•♥Fotos e Curiosidades♥• 
Mar
11

hehe q coisa!

albumdasemana_10032008_f_002.jpg

 

Câmeras instaladas em florestas da Libéria, no oeste da África, capturaram imagens de hipopótamos pigmeus, uma espécie rara que se acreditava ter sido dizimada pelo desmatamento, pela caça ilegal e pela guerra. Uma equipe liderada pelo Zoological Society of London viajou à Libéria em busca de sinais de sobrevivência do mamífero, de hábitos ainda pouco conhecidos.

Três dias após instalar as câmeras escondidas na floresta, a equipe de zoólogos se surpreendeu com o registro de imagens do animal.

Ben Collen, do Zoological Society of London, disse que, apesar das provas de que a espécie não foi extinta, ainda há a preocupação com a sobrevivência dos pequenos hipopótamos, que enfrentam as ameaças do desmatamento e de caçadores.

Miniatura O hipopótamo pigmeu parece uma miniatura do hipopótamo comum. Com aproximadamente 75 cm de altura 180 kg de peso, o animal seria mais solitário e habituado a viver nas florestas e não na água.

Segundo os especialistas, menos de três mil hipopótamos pigmeus permanecem em seu habitat natural, localizado em florestas da Libéria, Serra Leoa e Guinéa.

Com apenas 10% das florestas ainda preservados, os hipopótamos pigmeus vivem sob constabnte ameaça. O que talvez seja o fator mais impressionante é que eles tenham sobrevivido a duas longas e brutais guerras civis na Libéria.

Rebeldes, soldados e milhares desabrigados caçavam animais na floresta para matar a fome.

Apesar de a guerra já ter terminado, o desafio, segundo os especialistas, será combater a caça e o desmatamento ilegais, que continuam colocando a vida desses raros animais em risco.



2 Responses to “Zoólogos capturam imagens de hipopótamo pigmeu ameaçado”
  1. 1
    milena gois Says:
    8:26

    acho este site muito interesante sendo minha primeira vez aqui agora quero entrar sempre é muito legal..

  2. 2
    Baby Says:
    17:58

    Legal…

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a comment

You must be logged in to post a comment.